Engieblog
Compartilhe este artigo
exhaust pipe, catalytic converter

Conversores Catalíticos: Por que são tão importantes?

By Aline

Você provavelmente já ouviu falar em conversor catalítico mas você pode não saber exatamente o que o dispositivo faz.

Aprenda tudo sobre o porquê da necessidade desse dispositivo nos carros e seu funcionamento.

 

Por que precisamos de Conversores Catalíticos?

Muitas pessoas estão cientes de que carros produzem dióxido de carbono. A esperança era de que somente água e dióxido de carbono fossem os únicos produtos da combustão, mas na verdade, isso acontece apenas em um mundo perfeito. Devido à flutuação na relação combustível/ar, outros poluentes extremamente prejudiciais são criados. Estes poluentes incluem: monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio e hidrocarbonos. Então como se livrar desses poluentes?

Uma maneira é fazer um mecanismo mais eficiente, que torna uma combustão perfeita mais viável. Apesar da evolução na tecnologia dos motores, os poluentes que são perigosos ainda estão presentes nos gases do escape e é aí que o conversor catalítico aparece para ajudar.

world without catalytic converter

 

Como funciona?

Os Conversores Catalíticos fazem extamente o que o nome afirma: catalisam as reações. Para aqueles que não são tão conhecedores de química, isso significa que o conversor catalítico fornece uma superfície que inibe a reação. Os conversores catalíticos nos carros possibilitam a conversão dos poluentem listados anteriormente em produtos químicos menos nocivos.

Os conversores catalíticos devem ser também bastante eficientes e fornecerem o máximo de espaço para que as reações aconteçam. Isso é muito importante porque os metais (paládio, ródio e platinum) que tornam possível a conversão são extremamente caros. Existem atualmente dois tipos de design para os conversores catalíticos: Catalisadores Monolíticos (que usam um padrão de favo de mel) e catalisadores de cerâmica. O catalisador padrão favo de mel é de longe o mais popular.

Sobre o funcionamento dos conversores, existem dois estágios. O catalisador de redução é o primeiro estágio e remove os óxidos de nitrogênio. Para fazer isso, o catalisador quebra os átomos de nitrogênio do óxido de nitrogênio e depois são criados os gases de oxigênio e nitrogênio. Apesar do processo criar o dióxido de carbono, esse produto é menos prejudicial do que os contaminantes que foram inicialmente catalisados.

 

Conversores: Duas vias x Três vias

Existem dois tipos de conversores catalíticos. São os conversores de duas ou três vias. A diferença entre eles é de que o conversor de três vias contém um sensor de oxigênio. O sensor de oxigênio consegue ler a percentagem de oxigênio presente nos gases do efluente do motor. Em seguida, ajusta a quantidade de ar que entra no motor, tentando manter a correta proporção entre combustível e oxigênio, e ainda manter parte do oxigênio sobrando para executar corretamente o funcionamento conversor catalítico.

 

Manutenção do Conversor Catalítico

Agora você sabe mais sobre o seu conversor catalítico, mas falta entender como cuidar dele.

Primeiro, a vida média de um conversor catalítico é de 160.000 km (100.000 milhas). Depois disso, você deve considerar regenerar ou substituir o seu conversor. Regenerar o conversor catalítico é basicamente limpá-lo.

Quando você está fazendo a manutenção do conversor catalítico outro ponto que não deve ser esquecido é de que você não deve usar combustível com chumbo. O chumbo diminui a eficiência dos catalisadores.

Tenha em mente que a única deficiência do conversor catalítico é de que ele funciona melhor em temperaturas altas. Portanto, quando você liga o seu carro pela primeira vez o conversor catalítico não está operando em sua melhor performance, e é especialmente um problema para motores a diesel que funcionam com temperaturas mais baixdas do que motores de petróleo.

Na tentativa de consertar o problema com a temperatura, os fabricantes de automóveis posicionaram o conversor catalítico próximo ao motor. No entanto, se ele estiver muito perto, o calor extremo pode prejudicar o conversor. Isso levou o dispositivo a ser colocado sob o banco do passageiro da frente.

Esperamos que após aprender sobre os conversores catalíticos seja mais fácil de manter o ar limpo.